Militares homenageados no Porto da Horta

No passado dia 10 de março, a Marinha, com a antiga guarnição do NRP António Enes e os familiares das vitimas, prestou homenagem aos militares falecidos no acidente ocorrido a bordo daquela Corveta em 1987, à entrada do porto da Horta.

O programa de homenagem incluiu vários eventos, começando por uma Missa na Igreja Paroquial das Angústias, na Horta. Foi em seguida descerrada uma lápide no porto da Horta. Após o almoço, servido no patrulha oceânico NRP Viana do Castelo, os homenageantes deslocaram-se a bordo do navio até ao local do acidente ocorrido há 30 anos, onde após uma breve cerimónia evocativa da memória das vítimas, lançaram flores ao mar.

Dando cumprimento a uma das suas primordiais missões, “homenagear aqueles que lutaram e morreram pela Pátria”, a Associação Comandante Carvalho Araújo associou-se a esta iniciativa, fazendo-se representar na cerimónia pelo seu associado Capitão-de-mar-e-guerra José Manuel Modas Daniel, que depositou, junto do memorial e placa descerrada no porto da Horta, uma coroa de flores em memória daqueles que pereceram, neste infeliz acidente, ao serviço da pátria.

O programa de homenagem será ainda complementado pela celebração de uma Missa em memória dos falecidos, a realizar no próximo dia 19 de março de 2017 na Capela da Base Naval de Lisboa, pelas 10h00, na qual a Associação Comandante Carvalho Araújo estará igualmente presente.

Deixe uma resposta