2a edição do Acampamento Marítimo e Regata Comandante Carvalho Araújo

2a edição do Acampamento Marítimo e Regata Comandante Carvalho Araújo

A ACCA irá realizar, nos dias 5 a 7 de outubro, na Base Naval de Lisboa (BNL), no Alfeite, a 2ª edição do Acampamento Marítimo e Regata “Comandante Carvalho Araújo” (AM&R CCA) que, este ano, para além de incluir vários Agrupamentos de Escuteiros Marítimos, irá contar também com o Agrupamento Terrestre 504 – Quinta do Anjo, nosso associado fundador,  através da participação da secção cujo patrono é Carvalho Araújo. Para além do Corpo Nacional de Escutas (CNE), este evento contou também, uma vez mais, com a parceria e inestimável apoio da Marinha Portuguesa e do Clube Náutico de Cadetes e Oficiais da Armada (CNOCA). Estando prevista a entrega de prémios para a tarde de sábado, 6 de outubro, às 18 horas, no CNOCA, gostaríamos de contar com a vossa presença. Com vista a disponibilizar o acesso às instalações da BNL, solicitamos aos consócios interessados que nos contactem.

 

Vila Real e Ponta Delgada celebram centenário do combate entre NRP “Augusto Castilho e o submarino alemão U139

Vila Real e Ponta Delgada celebram centenário do combate entre NRP “Augusto Castilho e o submarino alemão U139

Na linha do plano de atividades apresentado e aprovado na última Assembleia Geral da Associação Comandante Carvalho Araújo (ACCA), estão agendados diversos eventos relacionados com o reconhecimento da importante efeméride do centenário do combate do NRP “Augusto Castilho”, comandado pelo então 1º Tenente José Botelho de Carvalho Araújo, quando a 14 de Outubro de 1918, enquanto escoltava o paquete “San Miguel” nos mares dos Açores, enfrentou heroicamente o poderoso submarino alemão U139, permitindo, com o sacrifício da própria vida, que o paquete e os seus 206 passageiros embarcados chegassem são e salvos aos Açores.

Neste âmbito foram preparados diversos programas de atividades, articulados entre si — em que a Marinha, a Câmara Municipal de Vila Real e a Região Autónoma dos Açores têm tido um papel de especial destaque — e que ACCA pretende agora divulgar aos seus associados, convidando a todos e respetivas famílias e amigos para se associarem aos respetivos eventos.

Ficam assim disponíveis os programas de atividades presentemente previstas para a Região Autónoma dos Açores e Vila Real.

Para a melhor consecução do pretendido papel da ACCA na concretização das diversas atividades indicadas, tem a Direção contado com o inestimável apoio de vários dos seus associados, no desenvolvimento e apoio a iniciativas, ligação com entidades e organização, apoio e intervenção em atividades. A todos eles, sem exceção e independentemente do seu contributo, queremos expressar o nosso grato reconhecimento. Muito obrigado!

 

 

Museu de Marinha inaugura Carvalho Araújo a vida pela Pátria

(Crédito de imagem: Museu de Marinha)

Realizou-se no passado dia 17 de Maio, pelas 17.30, no Pavilhão das Galeotas, a cerimónia de inauguração da exposição temporária Carvalho Araújo a vida pela Pátria.

Organizada em conjunto pelo Museu de Marinha, Comissão Cultural de Marinha e pela Associação Comandante Carvalho Araújo, esta exposição dará a possibilidade aos visitantes de conhecerem a vida pessoal, política, jornalístca e militar da figura heroica que deu a vida para salvar mais de 2 centenas de pessoas na madrugada de 14 de Outubro de 1918.

Nesta exposição, poderemos ver, entre outras peças, as fardas usadas por Carvalho Araújo, cartas que escreveu aos filhos, o Relatório que escreveu enquanto Governador em Inhambane, etc.

Na cerimónia, que contou com a presença do Vice-CEMA Sr. Almirante Novo Palma, foi possível ainda assistir ao lançamento pelos CTT de um postal comemorativo dos cem anos do combate.

(Crédito de imagem: Museu de Marinha)
Da esqª para a drtª: Comandante Baptista Valentim, Tenente Gonçalves Neves, Tenente Ana Tavares, Tenente Alice Amorim, Ana Guerreiro e Tenente Guerreiro dos Santos
(Crédito de imagem: Museu de Marinha)
Breve conversa entre o Presidente de Direcção da ACCA, CMG Vale Matos, Vice Presidente, Ana Guerreiro, Almirante Novo Palma, Vice-CEMA e Tenente Alice Amorim, do Departamento de Investigação do Museu de Marinha
(Crédito de imagem: Museu de Marinha)
Coro Musical Vozes no Tempo
(Crédito de imagem: Museu de Marinha)
Lançamento de postal comemorativo dos 100 anos do combate

 

 

Carvalho Araújo – a Vida pela Pátria

Carvalho Araújo – a Vida pela Pátria

A 18 de Maio, data em que se celebra o aniversário de nascimento de José Botelho de carvalho Araújo e também 2 anos de existência da ACCA, abre as portas ao público a exposição Carvalho Araújo – a Vida pela Pátria.

Em parceria com o Museu de Marinha e com o apoio da Comissão Cultural de Marinha, que aceitaram o desafio de acolher esta iniciativa, será apresentada uma exposição que retrata a vida, obra e carreira militar de uma das principais figuras militares da Marinha Portuguesa durante a 1ª Grande Guerra.

A 14 de outubro de 1918, Carvalho Araújo perdia a vida, aos 37 anos, ao comando do NRP “Augusto Castilho”, para proteger o paquete San Miguel do submarino alemão U139, comandado pelo “ás dos ases” von Arnauld de la Perière.

Cumpriu exemplarmente a sua missão, tendo conseguido salvar todos os seus passageiros.

Republicano convicto, Carvalho Araújo foi deputado pelo núcleo de Vila Real na Assembleia Constituinte. Os seus dotes oratórios, a sua frontalidade e honestidade estavam patentes não só nos seus discursos e conversas, mas também nos artigos que escrevia enquanto jornalista.

Amigo pessoal de Cândido dos reis, esteve presente na sua casa, a 3 de Outubro de 1910, onde se planeou o golpe do 5 de Outubro, a Implantação da República.

Carvalho Araújo foi um exemplo. Viveu e morreu pela Pátria. A prová-lo as suas últimas palavras, enquanto agonizava após ter sido atingido por um estilhaço de granada, “morro como português”.

A ACCA convida todos os seus Associados e amigos a estarem presentes na cerimónia de inauguração daquela que será, sem dúvida, uma exposição memorável.

 

 

Acampamento Marítimo e Regata “Comandante Carvalho Araújo” 2017

Acampamento Marítimo e Regata “Comandante Carvalho Araújo” 2017

No âmbito do Programa “Ligar ao Mar”, orientado para a sensibilização e aproximação dos cidadãos em geral, e dos jovens em especial, ao mar e às diversas atividades náuticas, navais e marítimas, a Associação Comandante Carvalho Araújo (ACCA), com o imprescindível apoio da Marinha Portuguesa e do Clube Náutico dos Oficiais e Cadetes da Armada (CNOCA), organiza no fim de semana de 6 a 8 de outubro, o Acampamento Marítimo e a Regata “Comandante Carvalho Araújo” 2017, na Base Naval de Lisboa (BNL). O evento contará com a participação de várias dezenas de jovens escuteiros e velejadores pertencentes aos Agrupamentos de Escuteiros Marítimos do Vale do Tejo (Barreiro, Belém, Nova Oeiras, Parque das Nações, Seixal e Setúbal).

Os participantes, entrarão na BNL na noite de sexta-feira, dia 6. Na manhã seguinte, dia 7, após a cerimónia de içar da Bandeira Nacional, visitarão uma fragata, as instalações da Escola Naval e o Simulador de Navegação.

Durante a tarde do mesmo dia, sábado, terá lugar a primeira Regata “Comandante Carvalho Araújo”, na qual está previsto participarem cerca de quinze embarcações “Scout” (adaptação da classe “Dot” feita por, e para, escuteiros), decorrendo de seguida, pelas 18h00, a cerimónia de entrega de prémios.

Finalmente, no dia 8 de manhã, terá lugar, a seguir à Eucaristia, uma prova de conhecimentos, em ligação com um circuito pedestre a realizar em equipa.

A ACCA visa com esta iniciativa contribuir para o cumprimento de várias das suas áreas de missão, designadamente no respeitante à promoção da figura do Comandante José Botelho Carvalho de Araújo, à valorização do património naval da Marinha Portuguesa, ao acentuar de Portugal como país marítimo, ao divulgar das carreiras ligadas ao mar e ao estímulo, nos jovens, do culto de uma prática assente em valores e de uma liderança baseada no exemplo da ação individual.

Jantar Comemorativo

Jantar Comemorativo

Associação Comandante Carvalho Araújo celebra o seu primeiro aniversário na data de nascimento do Cte. José Botelho de Carvalho Araújo.

No passado dia 18 de Maio, no dia do centésimo trigésimo sexto aniversário do nascimento do Cte. José Botelho de Carvalho Araújo, a Associação Comandante Carvalho Araújo organizou um jantar comemorativo desta importante data, que pelo seu valor simbólico foi também o dia escolhido pelos associados fundadores para a constituição formal da ACCA em 2016.

O evento, que assinalou igualmente o primeiro aniversário da ACCA, decorreu no Clube Militar Naval em Lisboa, contou com a presença de diversos associados e respectivos familiares, os quais honraram a incitativa com a sua presença. A celebração proporcionou um agradável convívio entre os participantes, possibilitando ainda uma interessante troca de ideias sobre as actividades a desenvolver durante o próximo ano.

Após algumas palavras de agradecimento pelo Presidente da Direcção, Cte. José Vale Matos, os presentes brindaram ao futuro da ACCA.

2ª Edição – A Grande Guerra nos Açores

2ª Edição – A Grande Guerra nos Açores

Decorrerá no próximo dia 7 de abril de 2017 a cerimónia de apresentação da 2ª edição do livro da autoria de Sérgio  Rezendes - "A Grande Guerra nos Açores - Património e Memória Militar".

Agora a nível nacional e com a chancela do Centro República, a obra será apresentada pela historiadora Dr. Ana Paula Pires. O evento, promovido Editora Caleidoscópio realizar-se-á na Casa dos Açores em Lisboa, pelas 21h30.

Militares homenageados no Porto da Horta

Militares homenageados no Porto da Horta

No passado dia 10 de março, a Marinha, com a antiga guarnição do NRP António Enes e os familiares das vitimas, prestou homenagem aos militares falecidos no acidente ocorrido a bordo daquela Corveta em 1987, à entrada do porto da Horta.

O programa de homenagem incluiu vários eventos, começando por uma Missa na Igreja Paroquial das Angústias, na Horta. Foi em seguida descerrada uma lápide no porto da Horta. Após o almoço, servido no patrulha oceânico NRP Viana do Castelo, os homenageantes deslocaram-se a bordo do navio até ao local do acidente ocorrido há 30 anos, onde após uma breve cerimónia evocativa da memória das vítimas, lançaram flores ao mar.

Dando cumprimento a uma das suas primordiais missões, “homenagear aqueles que lutaram e morreram pela Pátria”, a Associação Comandante Carvalho Araújo associou-se a esta iniciativa, fazendo-se representar na cerimónia pelo seu associado Capitão-de-mar-e-guerra José Manuel Modas Daniel, que depositou, junto do memorial e placa descerrada no porto da Horta, uma coroa de flores em memória daqueles que pereceram, neste infeliz acidente, ao serviço da pátria.

O programa de homenagem será ainda complementado pela celebração de uma Missa em memória dos falecidos, a realizar no próximo dia 19 de março de 2017 na Capela da Base Naval de Lisboa, pelas 10h00, na qual a Associação Comandante Carvalho Araújo estará igualmente presente.

Faltam 17 dias para o fim do prazo de entrega de propostas!

Faltam 17 dias para o fim do prazo de entrega de propostas!

A Grande Guerra e os Açores: da estratégia naval à guerra das trincheiras

A 1ª Guerra Mundial marcou o inicio da transferência da hegemonia mundial dos países europeus para os Estados Unidos da América. Dada a sua importância na logística dos beligerantes, a localização dos Açores no oceano Atlântico fez do arquipélago o centro geométrico desta transformação.

Subordinada a este tema, decorrerá nos próximos dias 13, 14, 15 e 16 de julho, no Museu Militar dos Açores, Ponta Delgada, a conferência "A Grande Guerra e os Açores: da estratégia naval à guerra das trincheiras", iniciativa à qual a ACCA se associa na divulgação, desde já apelando para o envio de propostas em língua portuguesa ou inglesa.

Mais informação disponível em "Portugal1914.org"